domingo, julho 01, 2007

Adoro finais!!!

"Eh pá! És sempre a mesma coisa! Quando a noite chega ao fim pareces possuído...parace que só agora é que tens vontade de ficar aí a dançar que nem um louco!"
... cinco minutos depois era "arrastado" até ao carro, depois de mais uma grande noitada de salsa.
Pensei sobre aquela frase durante toda a viagem de regresso. E cheguei a uma conclusão: Adoro finais!!!
Existirá alguma coisa melhor do que um bom final? Não sei bem descrever essa sensação que me envolve quando sinto o aproximar do final de algo. Nessa altura não me interessa tanto o que se passou até à altura...por muito bom que possa ter sido...a vontade de "espremer o momento " até à última gota...o aproximar do clímax.!!! Gozar o clímax!!!...quem é que durante esse momento pode ter a cabeça noutro lado?
Porque afinal quando passo por bons momentos finais penso sempre se esses momentos voltarão algum dia a repetir-se.
É por isso que gosto tanto de finais...do final do dia, porque adoro o Pôr-do-Sol...do final da noite, por causa da magia do nascer do Sol...do final da semana...do final do mês...do final da estrada, porque cheguei ao destino...do final de um jogo, porque acabaram todos aqueles momentos de sofrimento, de roer as unhas...porque o final é como que o desaguar de um grande rio de sentimentos e emoções que finalmente chega ao oceano e aí...aí existe a calma...porque o final me liberta...me obriga a morrer e a renascer.
E cada renascer traz-me mais força!
Porque afinal o final é aquilo que nos espera...o tal que, por vezes, mais me parece um beco sem saída...




2 comentários:

Salseira disse...

Eu por mim fico contente por não estarmos a assistir ao final do teu blog.

Percebo o teu ponto de vista. Vive-se o final intensamente para depois se descansar e poder iniciar algo de novo.

Mas o início também se costuma viver com paixão.

O problema é mesmo o que se passa entre o início e o fim... esses momentos tendem a passar despercebido e, no entanto, são aquilo que existe em maior quantidade na nossa vida! :)

nanda disse...

Falando de fins, acho sempre que todos os fins são melhores, quando fica aquela sensação de que aquele momento podia ter durado mais um pouco e de que faltou viver mais um pouco o momento, como se ele não tivesse sido completamento esgotado e ficasse um restinho "no fundo da garrafa"... :D

beijocas